Através do natural, viva com mais saúde
Quarta-feira, 24.07.13

Carapa guianensis é o mesmo que ANDIROBA

 


Carapa guianensis é uma árvore de dossel, atingindo até 30 m de altura, de copa densa, geralmente com sapopemas baixas. É amplamente distribuída em toda Amazônia e ocorre em alta freqüência em floresta de terra firme e na várzea. Na várzea, atinge uma altura maior e ocorre em maior densidade.Andiroba, uma planta medicinal utilizada para combater uma série de doenças como vermes, doenças de pele, febre e inflamações.

 

Existem duas espécies de Carapa que são diferenciadas através das flores. Enquanto as flores de C. guianensis apresentam suas pétalas, sépalas e estamens em múltiplos de 4, as de C. procera apresentam-se em múltiplos de 5. Também existe uma diferença no formato das folhas, entretanto, as duas espécies são difíceis de separar com segurança, sendo que cada espécie mostra variação nestas características.

 

O nome andiroba é amplamente usado no Brasil, às vezes, também com variações como andiroba-branca, andiroba-de-igapó, andiroba-lisa, andiroba-vermelha. O nome em inglês é crabwood. Em outros países, os nomes mais usados são: najesi (Cuba), cedro-macho (América Central), krappa, crappo ou carapa (Venezuela e Guiana Françesa); huino/masábalo (Colômbia) e tangará (Equador). No mercado, a madeira tem sido vendida como crabwood, andiroba (para as variações de melhor qualidade) e, às vezes, como British Guiana mahogany ou roba mahogany . Quando sua exportação foi proibida no Pará (ca. 1942), foi chamada pelo anagrama aboridan para confundir a fiscalização.

 

A madeira é de alta qualidade, tem similaridades com o mogno (Swietenia macrophylla), e, às vezes, é vendida como tal, mas é mais dura e pesada. Segundo a indústria madeireira, existem dois tipos de andiroba, relacionadas com o hábito de ocorrência e não com a espécie. A madeira vermelha vem da terra firme e é de melhor qualidade que a madeira branca, que vem de áreas alagadas.

 

O óleo das sementes é um dos produtos medicinais da floresta amazônica mais vendidos. Na medicina popular, é usado para aliviar contusões edemas, reumatismo, para auxiliar na cicatrização e recuperar a pele. O chá da casca é muito amargo e utilizado na cura da febre. É também muito utilizado como repelente de insetos e na fabricação de vela, sabão e xampu. A madeira é resistente contra ataque de insetos. A casca transformada em pó trata feridas e vermes. Devido a sua importância como fonte de produtos extrativos, seu corte tem sido restringido ou proibido ao longo do tempo.

 

A dispersão das sementes ocorre quando os frutos maduros caem inteiros no chão, e então as sementes são expostas quando a casca do fruto se abre em valvas. Entre outros animais, cutias e pacas comem as sementes e enterram o excesso, potencialmente resultando em estabelecimento das plântulas, caso o animal não volte.

 

Propriedades

Contém propriedades anti-inflamatórias, anti-reumática, anti-séptica, cicatrizante, inseticida e purgativa.

 

Indicações

Dor de garganta, contusão, doenças de pele, febre, feridas, papeira, picadas de insetos, reumatismo, bicho de pé.

           

Contra indicações

Não encontrada.

 

Modo de uso

Preparar um chá com 1 colher de folhas de andiroba e cobrir com água fervente, deixando esfriar por 15 minutos. Beber ou jogar na ferida 2 vezes ao dia.

 

publicado por viversaudavel às 23:14 | link do post | comentar | favorito | partilhar
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
26
27
28
29
30
31
arquivos

Julho 2013

últ. comentários
HELLO EVERYONE.. FEW MUNINETS TO REDY THIS INFOR O...
Eu sou donna, eu sou de colorado, EUA. Eu tive uma...
Informação falsa esta da banana. Só checar com o q...
Lisa Clinton Kean, Minha maior cura milagres. Eu t...
Olá!Somos uma empresa, que entra no segmento de Pr...
Bom dia adorei a matéria.Gostaria de saber se qual...
Houve um monte de dúvidas sobre a cura da aids hiv...
Achei ótimo as informações e comentários sobre o l...
http://www.oleodecopaiba.com.br
Posts mais comentados
RSS
blogs SAPO